Articles worth reading
A cidade sem políticos nem classes sociais, onde todos ganham o mesmo salário!

A cidade sem políticos nem classes sociais, onde todos ganham o mesmo salário!

access_time 7 meses ago

Já pensou viver em uma cidade onde a política é feita pelos próprios moradores, onde não existe uma religião oficial e o

6 Coisas comuns que não sabes para o que servem

6 Coisas comuns que não sabes para o que servem

access_time 6 meses ago

Todos os dias surgem perguntas “idiotas”, até as mais difíceis de explicar. No nosso corpo surgem algumas coisas bem irritantes,

Pais colocam bebé à venda na noite de Natal (No OLX…)

Pais colocam bebé à venda na noite de Natal (No OLX…)

access_time 6 meses ago

Anúncio publicado no OLX tinha duas fotos da criança. Um bebé com cinco meses foi colocado à venda no site

Tugalandia – Artigo

Este alerta do ACP sobre o IUC é muito importante! Todos devemos saber isto!

Este alerta do ACP sobre o IUC é muito importante! Todos devemos saber isto!

access_time 9 meses ago chat_bubble_outline 0 comments

O Governo pretende que o Imposto Único de Circulação (IUC) passe a ser pago pelo titular do registo automóvel, e não pelo proprietário, e quer que a alteração possa ser aplicada com efeitos retroativos.

Na proposta de Orçamento do Estado para 2016 (OE2016), o Governo incluiu uma autorização legislativa para “definir, com caráter interpretativo, que são sujeitos passivos do imposto as pessoas singulares ou coletivas, de direito público ou privado, em nome das quais se encontre registada a propriedade dos veículos”.

Agora, o Automóvel Clube de Portugal levanta algumas dúvidas, uma vez que antes de 2014 só o comprador podia requerer o registo automóvel, estando vedada a possibilidade ao vendedor de atualizar o registo. E alerta que esta medida deveria ser apenas “aplicada de futuro”.

“Assim, se esta proposta for aprovada, como tem força retroativa, a nova lei passará a aplicar-se a casos anteriores a 2014, cujos compradores não atualizaram o registo e em que os vendedores também não o podiam fazer”, diz o ACP em comunicado.

imposto_unico_de_circulacao

Dado o prazo de caducidade da lei fiscal – quatro anos -, “se a alteração agora proposta for aprovada, o Governo poderá cobrar aos vendedores IUC, de automóveis vendidos em 2012 e 2013, num período em que estes não tinham ainda forma de registar essa venda”.

Informação especificada

“Tratando-se de uma autorização legislativa, o texto da mesma deve ainda especificar concretamente o caso dos stands de automóveis, por forma a evitar que estes passem a estar obrigados a liquidar o IUC dos carros que têm em stock”, pede ainda.

Por isso, o ACP entende que “esta proposta do Governo, deverá apenas ser aplicada de futuro, a bem dos consumidores e da segurança jurídica. Caso contrário, será uma retroatividade encapotada da lei fiscal, consistindo numa forma injusta de arrecadar receita e contrária à Constituição, que proíbe a cobrança de impostos retroativos”.

Partilha com todos os teus amigos, aposto que eles também vão gostar de saber destas novas regras!

Fonte: Altamente

Também vais adorar!

loading...
shareShare this post
content_copyCategorized under
error: Conteúdo protegido!